Pular para o conteúdo principal

Destaques

A Coleção de Verão da Marisa

Como toda mudança pede novos ares, a Marisa embarcou pela primeira vez em uma viagem cheia de estilo até o Nordeste brasileiro para apresentar suas principais apostas para a temporada mais quente do ano. O local escolhido foi o Ceará, e a campanha fotografada nas praias e falésias mostram que os tons naturais, a estampa tie-dye e o neon serão as grandes apostas da marca para o Verão.


Os tons naturais aparecem em peças como macacões amplos, vestidos, blusas e saias em cores como branco, cru e bege com acentos em marrom, telha e caramelo. Linho e crochê ganham destaque em peças delicadas e estruturadas. Já o tie-dye, que por muito tempo tinha um quê hippie, aparece repaginado e ganha novas construções e combinações. Na Nova Coleção da Marisa, ele vem em cores como azul, rosa e amarelo. 

O neon vem em diversas maneiras e tonalidades. Com destaque para o verde-lima, ele aparece na Nova Coleção como um importante ponto de luz também na linha Movimento, específica para atividades físicas. O e…

Abertura do Rio Moda Rio

O desfile de abertura do Movimento Rio Moda Rio homenageou quatro grandes nomes da moda carioca dos anos 70 e 80: Georges Henri, Mauro Taubman, Maria Cândida Sarmento e Simão Azulay.

A elegância típica do belga Georges Henri estava toda na sala, para a primeira homenagem da noite. Quase todos os looks em linho, calças retas e curtas, camisões, a saia em barras, os cobiçados blazers de linho sobre calças pretas. No final da apresentação, Silvia Pfeifer, vestida de calça em azul marinho completou a sensação de elegância que Georges tanto prezava.

Mauro Taubman, líder da Company, foi o segundo homenageado da noite. O desfile dividido em quatro partes foi objetivo e didático. O lado esportivo, praieiro e atlético ganhou ênfase em jardineiras jeans, calças de tijolinhos e vestidinhos com aplicações de arco-íris.

Terceira homenageada no show de abertura do Rio Moda Rio foi Maria Cândida Sarmento, líder da Maria Bonita. A coleção acertou na cartela de cores claras, nas misturas de linhos com sedosos e sintéticos, justamente como Cândida sabia fazer tão bem. 

Simão Azulay, considerado o Príncipe dos Jeans criando a Yes, Brazil, foi o quarto homenageado e teve direito a um final divertido. Camisões estampados, calças e shorts jeans, coletinho e macacões detonados, cruzaram a passarela. O final da apresentação trouxe Xuxa, de cabelão crespo, calça jeans clara, de cós baixinhos, jaqueta branca, blusa preta e botinha branca. 

As quatro marcas foram bem representadas. E no final geral, a plateia foi convidada a dançar com os modelos, em meio a balões cor de rosa.

Confira, na galeria de imagens a seguir, os desfiles:

Movimento Rio Moda Rio

Comentários

Postagens mais visitadas