Pular para o conteúdo principal

Destaques

Arezzo Apresenta a Linha Pop Metal

E o metalizado veio para ficar! 


É hora de usar a criatividade e se reinventar através de um brilho único e irreverente. As peças da linha POP METAL da Arezzo são um convite para o Preview do Verão 21, em criações metalizadas que destacam essa tendência que já virou um must have no Brasil e no mundo.




Em modelos modernos e confortáveis, como as mules e flats, a coleção traz a energia dos tons de azul e rosa, além do clássico dourado, para o mundo fashionista. As peças são a certeza de glamour instantâneo ao look, e garantem um ponto de luz para qualquer visual. Tanto para o dia, quanto para a noite, as peças dão um ar sofisticado e fun para as composições. E claro, para as amantes de salto, a marca também traz opções irresistíveis, como as mules de salto, e as sandálias com salto taça - trend alert!

As peças da linha Arezzo Pop Metal já estão disponíveis no canais e lojas da marca.

Mãe de Gato


O sono havia chegado, então, com meu tricot, cobri meu filho, que já dormia tranquilamente. Ajeitei meus travesseiros, peguei minha filha nos braços e deitamos. Ela acomodou-se em mim, assim como faz toda noite. Encostou sua barriga na minha, repousou sua cabeça em meu peito e esticou a pata esquerda sobre minha cintura. Ensaiamos um cochilo, até que meu filho entrou em sono profundo e começou a roncar. E foi ao som de um ressono que despertamos. Minutos depois, acostumamo-nos com o barulho e voltamos a dormir, até que algum vizinho chegou e subiu as escadas do prédio, rumo ao seu apartamento, de maneira nada adequada ao horário. E assim, mais uma vez despertamos, porém, desta vez, os três. Meu filho se espreguiçou, deu uma volta ao seu redor e pôs-se a dormir novamente. Já minha filha avistou um inseto no canto do quarto (ou quem sabe um fantasma), mas, tanto faz, pois àquela altura, eu só queria dormir tranquilamente, mesmo que na presença de uma assombração. Então, fiz um cafuné em sua cabeça para que ela perdesse o interesse no inseto-fantasma. Demorou um pouco, mas deu certo. Ela repousou a cabeça em meu braço e dormimos.

Passaram-se duas relaxantes horas de sono até que senti um narizinho gelado em minha bochecha. Era meu filho, mostrando que estava com fome. Levantamos os três da cama e dei-lhes ração, que comeram vagarosamente pois o sono imperava. Enquanto isso, aproveitei para comer algo também. Os três, de volta à cama: cobri meu filho, ajeitei meus travesseiros, peguei minha filha nos braços e nos deitamos, então tudo novamente.



Comentários

Postagens mais visitadas