Pular para o conteúdo principal

Destaques

AMARO - Sale

A Amaro está em liquidação de inverno com descontos que podem chegar até 80% ao longo da SALE. A ação, que iniciou hoje e vai até 18/08, terá programação de descontos diferente a cada semana. Opções de roupas, sapatos, moda praia e acessórios estão entre a seleção de modelos que estarão disponíveis no site, Guide Shop e app da marca.

Durante todo o período da ação as clientes poderão participar ativamente da escolha das categorias que receberão um desconto extra. A marca que possui a cliente no centro do seu negócio, irá publicar toda sexta-feira uma survey nos stories e site dando duas opções de linhas para as consumidoras decidirem qual deve ter a sua porcentagem de desconto ampliada. A vencedora será revelada toda segunda-feira.
Os Guide Shop também receberão ativações que prometem agradar. Durante a segunda semana da SALE as consumidoras poderão interagir com uma máquina de descontos e retirar a porcentagem de desconto que irão receber nas suas compras do dia, podendo variar de R$10…

Mãe de Gato


O sono havia chegado, então, com meu tricot, cobri meu filho, que já dormia tranquilamente. Ajeitei meus travesseiros, peguei minha filha nos braços e deitamos. Ela acomodou-se em mim, assim como faz toda noite. Encostou sua barriga na minha, repousou sua cabeça em meu peito e esticou a pata esquerda sobre minha cintura. Ensaiamos um cochilo, até que meu filho entrou em sono profundo e começou a roncar. E foi ao som de um ressono que despertamos. Minutos depois, acostumamo-nos com o barulho e voltamos a dormir, até que algum vizinho chegou e subiu as escadas do prédio, rumo ao seu apartamento, de maneira nada adequada ao horário. E assim, mais uma vez despertamos, porém, desta vez, os três. Meu filho se espreguiçou, deu uma volta ao seu redor e pôs-se a dormir novamente. Já minha filha avistou um inseto no canto do quarto (ou quem sabe um fantasma), mas, tanto faz, pois àquela altura, eu só queria dormir tranquilamente, mesmo que na presença de uma assombração. Então, fiz um cafuné em sua cabeça para que ela perdesse o interesse no inseto-fantasma. Demorou um pouco, mas deu certo. Ela repousou a cabeça em meu braço e dormimos.

Passaram-se duas relaxantes horas de sono até que senti um narizinho gelado em minha bochecha. Era meu filho, mostrando que estava com fome. Levantamos os três da cama e dei-lhes ração, que comeram vagarosamente pois o sono imperava. Enquanto isso, aproveitei para comer algo também. Os três, de volta à cama: cobri meu filho, ajeitei meus travesseiros, peguei minha filha nos braços e nos deitamos, então tudo novamente.



Comentários

Postagens mais visitadas