Pular para o conteúdo principal

Destaques

Eu e a MG - Evolução do Quadro Desde o Último Post

Olá 


Faz tempo que não escrevo sobre mim e a miastenia, pois estava tudo bem, sendo assim, eu não tinha muito o que dizer. Mas, agora tenho!
Apesar desse post só sair agora em Dezembro, foi em Setembro que as coisas começaram a mudar. Passei a ter um novo sintoma, visão dupla, até então nunca apresentado. Isso não mudou em nada minha vida, talvez agora eu tome mais cuidado ao subir e descer escadas, mas foi somente isso. É um pouco estranho, acontece de repente, porém, é breve, então não me incomoda.
Você, que me segue no Instagram acompanhou essa nova descoberta, exames, consultas e tudo mais. Se não viu, está tudo salvo lá nos meus destaques EU e a MG, confira! @shelybianchi
Apesar dessa novidade, estava tudo bem até o começo de Novembro, quando as coisas mudaram um pouco de rumo. Pois bem, por conta de muita dor na coluna, tomei uma dose que medição para a dor que a miastenia não gostou e resolveu dar as caras. Foram poucos dias em crise, mas o cansaço foi intenso. A minha casa ficou g…

Resumo da 40ª Edição da Edição Casa de Criadores - Quarto Dia

No line-up do quarto dia, apresentaram suas coleções:

Karin Feller para Di Gaspi – A estilista, integrante da Casa de Criadores, desta vez apresentou uma coleção completa para a rede varejista Di Gaspi. As peças, que estarão à venda em 2017, são marcadas pela feminilidade e leveza, repleta de estampas e shapes soltinhos.

Casa de Criadores - Karin Feller para Di Graspi

Weider Silveiro – A coleção do estilista mistura elementos da alta costura com a moda das ruas, apostando no minimalismo para o público feminino com materiais como veludo, lamê, tricoline e tricô, numa cartela de cores que inclui tons de branco e azul.

Casa de Criadores - Weider Silveiro

Lui Iarocheski – Com a coleção “Chromophobia”, o estilista apresentou sua coleção masculina com pegada punk e S&M, com looks pretos e referências brutalistas.

Casa de Criadores - Lui Iarocheski

Isaac Silva – Inspirada na cantora Elza Soares, musa do estilista, a coleção apresentada mostrou um estilo técnico urbano, somado à força da geração tombamento – movimento estético de fortalecimento da autoestima dos jovens negros do Brasil. A beleza do desfile foi assinada pelo beauty artist Max Weber.

Casa de Criadores - Isaak Silva

Igor Dadona – A obra “Dicionário das Tristezas Obscuras”, de John Koenig, inspirou o estilista para resgatar a estética guerreira de diversas culturas em uma alusão às batalhas diárias com um olhar lúdico. Estampas de borboleta e xadrezes aparecem entre tons terrosos-

Casa de Criadores - Igor Dadona

Comentários

Postagens mais visitadas