Pular para o conteúdo principal

Destaques

SALVATORE FERRAGAMO: Campanha Primavera-Verão 2021

Suspense, intriga e belas estrelas na campanha primavera-verão 2021 da Salvatore Ferragamo - “Director’s Cut”. Cortada diretamente pelo diretor indicado ao Oscar Luca Guadagnino da atmosfera do filme para a coleção, a campanha de Salvatore Ferragamo para a primavera-verão 2021 é uma obra-prima de refinamento do suspense. O portfólio de fotos e um curta, com curadoria de Guadagnino ao lado do diretor criativo Salvatore Ferragamo, Paul Andrew, se baseia no filme inspirado em Alfred Hitchcock, ambientado em Milão, que foi exibido antes do desfile de moda em setembro de 2020. Concebida como uma homenagem a Hollywood – o local do primeiro sucesso de nosso fundador – e a Milão – o local da expressão da moda de Salvatore Ferragamo no século 21 – a campanha combina nossa herança de artesanato artístico e inovação técnica. O elenco de Guadagnino é composto por Mariacarla Boscono, Maggie Cheng, Jonas Glöer, Samer Rahma e Anok Yai. A alquimia do olho do diretor os reúne em uma série de mise-en-sc

Como Estudar Moda no Istituto Marangoni?

O Istituto Marangoni existe desde 1935 e oferece cursos em Milão, Paris e Londres. Com foco em prepara profissionais para o mercado da moda em setores de criação, comunicação e gestão, é reconhecido mundialmente. 
Conversei com Daniella Yumi, que estudou um ano no Marangoni e conta para vocês como foi esta experiencia. Confira:

Por que escolheu o Instituto Marangoni?
Durante a faculdade, comecei a procurar sobre cursos no exterior, mais especificamente em Milão e então cheguei ao Istituto Marangoni, que é um dos mais renomeados na área de moda, do mundo.

Quais os principais passos para a realização deste projeto?
Depois de escolher a escola, fui me informar sobre inscrição e as coisas burocráticas do curso. Descobri que algumas agências de intercambio, organizavam e faziam inscrições para os cursos no Istituto Marangoni e resolviam todas essas coisas mais chatas, o que facilitou muito. No fim assinei com a CI e eles resolveram esses detalhes pra mim.

Como se sentiu quando se viu sozinha em um país distante?
Foi complicado, mas sempre quis morar fora, então já estava pronta. A minha sorte, é que eu já falava um básico de Italiano então, foi mais fácil na hora de me virar. Pois, apesar de falar inglês fluente, a maioria dos italianos não falam ou falam muito mal inglês. A primeira dificuldade que tive ao chegar foi procurar um lugar pra morar, já que a agência não oferece este serviço. Graças a deus, tive a ajuda de um anjinho, uma brasileira de Santos – SP , que mora a anos por lá, e me ajudou na hora de ver as casas e localização.
Depois de ter arranjado o apartamento, foi tudo acontecendo aos poucos. Morava em um lugar super bem localizado, só precisei aprender as paradas do transporte publico, que é super simples por lá. Já os costumes são totalmente diferentes do que estamos acostumados aqui no Brasil.

Conte, um pouco, sobre como foi o curso. O que mudou na sua vida e carreira depois desta formação?
O curso foi a melhor a melhor escolha que fiz para aprimorar meus conhecimentos. O Istituto é excelente, fiz o curso de um ano, é super rapidinho. Aprendi mais do que aprendi aqui no Brasil, na faculdade que durou 4 anos. Os professores são ótimos e a estrutura de lá então, é sem comparação. A localização é ótima, fica no centro de Milão, bem na rua, em que existem as melhores marcas de moda. Tinha dias que passava quase o dia inteiro tendo aula, mas era sossegado. O curso que eu escolhi, é voltado para estrangeiros, portanto tive a oportunidade de conhecer e conviver com pessoas de diferentes lugares do mundo. Quando se inscreve, dá pra escolher entre ter as aulas em italiano ou inglês, mas como falava os dois idiomas e por falta de vaga na turma em italiano, acabei fazendo as aulas em inglês. Porem alguns dos professores não falavam inglês, portanto as aulas eram em italiano com tradução simultânea, pra todos aqueles que não estavam familiarizados com o italiano.
A experiência toda foi incrível, obviamente quando se vive em um país diferente, com uma cultura diferente, tem que aprender e entrar de cabeça nas mudanças. O Istituto foi melhor do que eu poderia imaginar, minha vida em Milão era tudo aquilo com que sempre sonhei e se tiver a oportunidade, gostaria de voltar a morar lá. Sinto que cresci muito profissionalmente e como pessoa nesse processo. Infelizmente apesar do meu currículo, não consegui emprego na área, mas em um futuro próximo, gostaria de abrir minha própria marca, pois sei que com tudo o que aprendi, tenho a competência de ir atrás desse sonho.

Espero que tenha ajudado, a você leitor, esclarecer algumas dúvidas. 
Desejo a Daniella boa sorte em sua carreira e quando abrir sua própria marca, venha contar aqui no blog!
Confira algumas fotos da estadia dela em Milão:






Comentários

Postagens mais visitadas